A repercussão da nossa pesquisa de longevidade

10:13 am Uncategorized

Algumas semanas depois de nosso estudo sobre restrição calórica finalmente sair na Rejuvenation (sim, o processo de publicação acadêmica, mesmo quando é online, é longo e doloroso, com meses entre a aceitação e a publicação de um artigo :), o mesmo começa a ser descoberto pela fração da blogosfera especializada em pesquisa de longevidade. O Ouroboros, um dos mais famosos blogs de longevidade da Internet, nos mencionou! O mesmo artigo é re-citado ainda pela Methuselah Foundation, a instuição famosa por patrocionar o M Prize para quem conseguir produzir camundongos superlongevos.

E o que achei mais interessante: o artigo do Ourobouros é impressionantemente didático. O autor foi muito perspicaz em identificar perfeitamente como funciona a nossa metodologia e os pontos-chave que tornam nossa pesquisa bem diferente de muita coisa já feita; na verdade o artigo até acrescenta alguns pontos (e talvez de forma mais sucinta :) ao que eu e o Maurício escrevemos na época da aceitação. Considerando que temos uma imensa dificuldade de explicar nossas técnicas para a grande maioria dos biólogos e bioinformatas justamente porque elas são pouco usuais, achar alguém que leu e nitidamente entendeu o que fizemos, e consegue explicar de forma simples e objetiva, é extremamente gratificante, acreditem! :)

Finalmente, enquanto o nosso estudo cruzava dados de estudos bem diferentes envolvendo expressão genética de restrição calórica em uma mesma espécie (camundongos) o autor vai mais além e sugere fazermos um cruzamento inter-espécie. Ótima (e audaciosa!) idéia, e quem sabe um futuro alvo de pesquisa do Labs+Biomind

1 Resposta
  1. Mauricio Mudado :

    Date: setembro 24, 2008 @ 5:35 pm

    Sim, após diversas críticas durante o ‘longo e doloroso’ processo de revisão do paper na Rej. Res., finalmente um elogio! ;-)